10.27.2009

A filha do poeta

Conto inédito no site Germina!

É só clicar, espero que gostem.

Abraços

2 comments:

Su said...

Lindo, Ivan! Muito sensível e bem escrito.

Você devia explorar mais vezes esse lado mais delicado, você não mostra muito.

Beijo, parabéns

Ivan Hegenberg said...

Obrigado, Su

Mesmo nos meus textos mais pesados, a delicadeza está sempre lá, ainda que escondida. No Será, por exemplo, a ideia é justamente pensar como que a suavidade que você viu nesse conto pode sobreviver às maiores atrocidades.

Beijo